2 de Maio, 2020

Trabalhadores de condomínios redobram cuidados contra o Coronaviru

O novo coronavírus mudou a realidade dos condomínios. De uma hora para outra, a covid-19 alterou a rotina dos porteiros, zeladores, profissionais da limpeza, moradores e das pessoas que têm acesso a esses empreendimentos habitacionais.

Geralmente, são quatro porteiros que se revezam no período de 12 a 36 horas. Trabalham 12 e folgam 36 horas. Mais um ou dois faxineiros, e um zelador. “São pessoas que não podem ficar em casa, como em outras categorias, onde se pode até fazer home office ou um rodízio de funcionários”, explica a presidente do SINDIASSEIO, Maria Elisabeth.

Portanto é preciso redobrar os cuidados com a saúde dos profissionais. Os funcionários do condomínio devem receber e usar EPIs.

#ficaAdica do #SINDIASSEIO

– Usar máscaras, luvas (mesmo os que fazem rondas e os porteiros),

– manter distanciamento de pelo menos um metro e meio de outras pessoas (condôminos e visitantes).

– Higienize as mãos com água e sabão. Se não for possível, use álcool gel 70°.